NÚCLEO VINÍCIUS PIEDADE & CIA

O Núcleo Vinícius Piedade & CIA. é uma plataforma de criação artística dos espetáculos de Vinícius Piedade.

Os espetáculos do Núcleo são resultado de pesquisa e desenvolvimento individual, porém, sempre contando com colaboradores fundamentais.

A principal proposta dos espetáculos é aprofundar o mergulho na existência humana por meio de personagens em situações limites. Condensam na interpretação a mistura de diversos estilos teatrais, indo da improvisação livre aos movimentos inspirados na dança contemporânea; da comédia inconformada as partituras de mímica. Os trabalhos visam levar o público a navegar nas peças como co-autores da realização teatral.

Atualmente dentro do repertório do Núcleo Vinícius Piedade & CIA constam quatro espetáculos solo: CARTA DE UM PIRATA (criado em 2003), CÁRCERE (criado em 2008), INDIZÍVEL (criado em 2008) e IDENTIDADE (...) (criado em 2012). Também faz parte do repertório o duo 4 ESTAÇÕES (2013) com a atriz Gabriela Veiga. Outra criação do Núcleo foi o espetáculo DIAS DE ANESTESIA que estreou e fez temporada em São Paulo no ano de 2006.

Na base dos projetos do Núcleo Vinícius Piedade & CIA. está a concepção de uma arte popular entendida como uma arte acessível a todos, sem procurar ser destinada a um público específico.

Combinam os mais diversos elementos: a música, a literatura, a mímica e o teatro em suas várias acepções: erudito e popular. Primam por tornar a arte simples, sem perder o caráter poético e a erudição, apostando também na sensibilização dos espectadores. Atrelando a concepção dos espetáculos ao processo de difusão cultural, os trabalhos se estruturam sobre a questão de como democratizar o acesso à arte. Sendo assim, a democratização faz parte dos processos de cada espetáculo. E isso se dá de diversas formas, seja através de apresentações em contextos físicos e sociais diversos e adversos, seja através das parcerias que sempre são feitas por todo o mundo na viabilização do acontecimento teatral.

Já foram feitas centenas de apresentações nos locais mais diversos possíveis, desde grandes teatros municipais com toda estrutura de som e luz, a teatros improvisados na floresta amazônica; desde auditórios de universidades, a pátios de penitenciárias; desde turnês por SESC ́s de capitais, a turnês independentes pelo interior.

Os espetáculos do Núcleo já foram apresentados em diversos países pelo mundo, na Europa os trabalhos aconteceram na Alemanha (Berlin, Munique e Stuttgart), na Suíça (Berna e Zurique), na França (Paris), na Espanha (Barcelona e Madrid), em Portugal (Lisboa, Porto, Ilha da Madeira, Estarreja, Setúbal e Sesimbra); na América do Norte nos Estados Unidos (Nova York); na África em Cabo Verde (Mindelo); e na América Latina na Bolívia (Cochabamba). No Brasil em todas as regiões do país, em cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Paraná, Bahia, Ceará, Piauí, Goiás, Rondônia, Amazonas e Acre.