Posts Em Destaque

Conto de Natal

Era no começo de dezembro que minha irmã e eu mais brincávamos com os presentes de natal mesmo que ainda não tivéssemos ganhado nada. É que nossa mãe talvez pra evitar as terríveis filas natalinas comprava-os com antecedência e os escondia embrulhados em seu armário. Acho que sentíamos o cheiro dos pacotes coloridos e lá íamos nós tentar descobrir e descolorir o que era de quem pelos pesos e pelas formas em suas ausências. Foi por ansiedade que minha irmã desenvolveu uma técnica de desembrulhar e reembrulhar os brinquedos e isso nos proporcionava tardes de fins de ano inesquecíveis. Brincar com os brinquedos que ainda não tínhamos, era ainda mais divertido pelo gosto da ilegalidade do ato. E quando na véspera de natal ganhávamos os presentes que já estávamos enjoados de brincar, tínhamos que fingir surpresa e alegria, buscando na memória aquilo que havíamos sentido de fato alguns dias antes no primeiro contato com aqueles já desgastados e cansados brinquedos.

(VÉSPERA - do livro MEU MUNDO IRREAL)

Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Vinícius Piedade