Posts Em Destaque

#DIÁRIOdaQUARENTENA20 = 31/03/20

April 1, 2020


#DIÁRIOdaQUARENTENA20 = 31/03/20

Tenho feito já a algum tempo diariamente um exercício de memória assim que acordo: tento me lembrar de tudo o que fiz no dia anterior. Vez em quando faço em ordem cronológica, vez em quando aos fragmentos. Não é fácil porque coisas vividas em outros dias acabam por invadir essas lembranças. E é preciso estar concentrado pra que as lembranças não se transformem em sonhos de um novo cochilo. É como valorizar o recém vivido e não jogá-lo na vala de um dia qualquer. Cada dia é muito precioso. Isso me fez lembrar de uma frase que li no livro que estou finalizando de Saramago Cadernos de Lanzarote: “sentir como uma perda irreparável o findar de cada dia. Provavelmente, é isso a velhice”. Mas em tempos de quarentena lembrar do dia anterior é pensar em variações do mesmo tema, já que quase todas as lembranças são em um mesmo lugar. Um áudio muito bom de WhatsApp que viralizou é um cara contando como o dia dele será movimentado no dia seguinte com compromissos em cada cômodo de sua casa. E é de fato necessário ressignificar os espaços.
Na minha pedalada diária (seguindo as recomendações de exercícios sempre solitários e sem estabelecer contato), estive pelo centro de sampa. E na Praça da Sé fiquei impressionado com a quantidade de moradores de rua (ou pessoas em situação de rua). Algumas instituições beneficentes estavam lá com kombis entregando almoço. E vi também alguns assistentes sociais que pareciam auxiliá-los em algo (que não entendi direito). Numa situação como essa os mais vulneráveis se prejudicam de maneira brutal. Precisam ser assistidos como prioridade absoluta. Para além do “Deus Mercado” que parece ser a preocupação única de muitos. E esses mesmos preocupados com o mercado e que questionam sobre o dinheiro utilizado pra apoiar os mais desfavorecidos, não falam absolutamente nada quando um dinheiro muito maior é utilizado pelo governo pra apoiar grandes empresas e bancos. É a maior das canalhices.
Hoje o panelaço contra o (des)presidente foi o maior até agora. E ele num pronunciamento falou, falou e não falou merda nenhuma. Os analistas comemoram o fato dele não ter radicalizado mais ainda. Mas como ele é destrambelhado e inconsequente, pode ser que ainda essa semana ele fale o contrário do que disse em tal pronunciamento. Fico só olhando as pessoas que o elegeram (e que não viraram zumbis), fazendo uma espécie de mea culpa que sempre acaba com “e o PT?”. O PT errou pá porra. Mas é preciso um estudo bastante profundo pra entender como esse partido conseguiu gerar um ranço desse tamanho. Claro que há respostas prontas como o conluio das empresas com a imprensa e tal. Mas isso ainda não responde e não me convence. Os fanáticos do PT sempre reproduzem a máxima da peça Entre Quatro Paredes do Sarte: “O inferno são os outros”. Acho mesmo que o nível desse ódio/ressentimento só poderá ser entendido a fundo daqui a algum tempo. Talvez anos.
Mas me pergunto se esses que elegeram um cara tão desqualificado como esse miliciano (e não vou aqui enumerar seus adjetivos), passarão a odiá-lo com a convicção com que odeiam o PT. E meu ponto não é simplesmente o PT e sim a imagem tão negativa que colou sobre o partido.
Hoje no fim da tarde fiquei olhando um avião no horizonte. Da minha janela eu vejo ao longe, em meio as torres da Avenida Paulista, uma rota de aviões. Como era comum vê-los quase enfileirados, eu não prestava muita atenção. Mas ontem depois de tanto tempo sem ver nenhum, fiquei olhando aquele avião solitário em seu processo de pouso, quase que em câmera lenta, quase triste. O dia estava se findando com aquela poética vermelhidão. Foi uma cena lúdica, por mais banal que tenha sido.
Em meio a tantas péssimas previsões e leituras dessa situação, tenho recebido muitos recortes otimistas que parecem prenunciar novos tempos melhores, apesar de todos os pesares. Eu fecho com eles. Mais que isso. Não acho que haverá uma grande transformação. Já houve. Nunca mais seremos os mesmos.

Please reload

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

May 10, 2020

February 9, 2020

January 30, 2020

Please reload

Arquivo